MODELO DE GERENCIAMENTO DE PROCESSOS DE NEGÓCIO INTEGRADO AO GERENCIAMENTO DE RISCOS PARA A MELHORIA DO PROCESSO PRODUTIVO DE EMPRESAS DO SETOR AUTOMOBILÍSTICO - Ietec

MODELO DE GERENCIAMENTO DE PROCESSOS DE NEGÓCIO INTEGRADO AO GERENCIAMENTO DE RISCOS PARA A MELHORIA DO PROCESSO PRODUTIVO DE EMPRESAS DO SETOR AUTOMOBILÍSTICO

Mestre
Paula Márcia da Silva Guimarães

O mercado está cada vez mais competitivo, com isto, as organizações têm adotado técnicas para serem bem-sucedidas e garantir sua sobrevivência. Para isso, é preciso fornecer produtos e/ou serviços que atendam às necessidades explícitas e implícitas das partes interessadas – acionistas, funcionários, fornecedores, clientes e comunidade. Os requisitos para tal atendimento são: diminuir os prazos e os custos e aumentar a qualidade e a segurança. A utilização da técnica de Gerenciamento de Processos de Negócio (do original em inglês: Business Process Management – BPM) vem sendo adotada por diversas organizações, pois oferece respostas mais ágeis e apropriadas para a melhoria do desempenho global da organização, dando uma maior visibilidade na identificação dos pontos vulneráveis além de servir de base para tomada de decisão da alta direção. Fica, portanto, claro que todos os processos de uma organização são apenas meios para o alcance de seus objetivos. Entretanto, mesmo que monitorados, os processos enfrentam diversas ameaças positivas (oportunidades) ou negativas (ameaças) que podem causar impactos significativos nos objetivos estratégicos da organização. A integração entre as técnicas de Gerenciamento de BPM e Riscos tem sido tema de diversas pesquisas, porém o problema nos trabalhos existentes é a integração efetuada de forma parcial e focada em alguns tipos específicos de mercado. Esta dissertação tem como objetivo propor um modelo genérico de gestão de riscos integrados à todas as fases do ciclo de vida do BPM e que possa ser aplicado em qualquer natureza de risco e em qualquer mercado. A metodologia R-BPM é baseada na estrutura de gerenciamento de riscos da NBR ISO 31000:2018 e foi construída através da metodologia iterativa – PDCA (Plan, Do, Check, Act). A avaliação foi aplicada em uma organização do setor automobilístico por estar inserida em um mercado dinâmico em que os requisitos dos clientes mudam continuamente e onde os padrões são revisados e os produtos, serviços e processos necessitam ser melhorados para continuarem competitivos. Os registros e os relatos foram analisados pelos especialistas da organização – grupo multidisciplinar além de algumas partes interessadas. Os resultados mostraram que o método, além de permitir a integração completa entre as técnicas abordadas, contribuiu também em agilizar a análise dos riscos associados aos processos e fornecer melhores condições para avaliá-los. Como contribuição, a metodologia R-BPM foi aplicada para resolver um problema real de uma organização e essa dissertação também contribuiu para a divulgação do conhecimento acadêmico para utilização em qualquer segmento de mercado e qualquer natureza de risco

Data: 17/05/2019

Banca avaliadora:

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com