MÉTODO DA CORRENTE CRÍTICA (CCPM): A CORRENTE CRÍTICA APLICADA EM PROJETOS DE UMA EMPRESA DE ESTRUTURAS METÁLICAS - Ietec

MÉTODO DA CORRENTE CRÍTICA (CCPM): A CORRENTE CRÍTICA APLICADA EM PROJETOS DE UMA EMPRESA DE ESTRUTURAS METÁLICAS

Mestre
Carlos Antônio Gati do Nascimento

As empresas de manufatura inseridas no ambiente de produção sob demanda (encomenda) possuem dificuldades inerentes à gestão dos prazos e custos ao longo da vida do projeto. Frequentemente, ferramentas de suporte que auxiliem na melhoria dos controles e o alcance de resultados satisfatórios em prazo e custo, são buscadas pelas empresas. Entretanto, nas últimas décadas, os projetos têm sido cada vez mais restritivos, com investimentos menores e prazos mais curtos para sua conclusão. Neste contexto, as metodologias de gestão de projetos tornam-se menos eficientes e novas propostas aparecem para substituir ou complementá-las. Em se tratando da metodologia CCPM (Critical Chain Project Management), quase a totalidade das aplicações se restringem a um projeto apenas, deixando implícita a necessidade de estudos e aplicações em ambientes multiprojetos. Este trabalho tem como objetivo aplicar a metodologia CCPM nas fases de projeto executivo e fabricação em um ambiente real, durante um período que permita a caracterização do ambiente multiprojetos. Um estudo de caso foi conduzido no ambiente da empresa GATTI pelo período de 10 meses, com projetos de 3 clientes sendo executados em paralelo. O estudo se restringiu ao ambiente de manufatura da empresa, apesar de esta também executar as montagens em campo (ambiente do cliente). Os resultados alcançados, neste estudo, foram bastante promissores, tendo 1 (um) cliente com seus programas/projetos entregues antecipadamente, 1 (um) cliente com seus programas/projetos entregues na data e 1 (um) cliente com atraso de apenas 23% no seu projeto, que foram recuperados na fase de montagem. O estudo permitiu confirmar a validade do método em ambientes multiprojetos, criando condições para expansão de sua aplicação na empresa.

Data: 26/02/2017

Banca avaliadora: Prof. Dr. Rafael Pinheiro Amantéa; Prof. Dr.Fernando Hadad Zaidan; Prof. Dr. Luiz Rodrigo Cunha Moura

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com