Avaliação da capacidade de captação e armazenamento de água das chuvas no Alto Vale do Jequitinhonha: uma proposta para mitigação do efeito da escassez de água na região - Ietec

Avaliação da capacidade de captação e armazenamento de água das chuvas no Alto Vale do Jequitinhonha: uma proposta para mitigação do efeito da escassez de água na região

Mestre
Hélio da Silva Mota

A Região do Alto Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais, como toda a região semiárida brasileira, tem enfrentado dificuldades com a severa escassez de água ao longo dos anos. Para a minimização deste problema, a captação e o armazenamento de água das chuvas, para atender ao consumo mínimo per capita de 50 litros/dia, como estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU), vem sendo utilizado por meio de um programa do Governo Federal denominado ―Programa 1 Milhão de Cisternas‖ (P1MC), com a construção de reservatórios com capacidade para 16.000 litros. Todavia, este programa, que está presente em toda região semiárida brasileira, foi desenvolvido de forma empírica, e o volume de água armazenado não tem sido suficiente para o abastecimento de água residencial para as famílias durante todo o período de seca. Neste contexto, o objetivo neste trabalho foi avaliar a capacidade de aproveitamento de água das chuvas na zona rural do município de Turmalina, na região do Alto Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais, a fim de melhorar o sistema de captação e armazenamento de água das chuvas.

Para realização deste trabalho, os índices pluviométricos nesta região, no período de 2004 a 2016, bem como a capacidade de armazenamento de água das chuvas em função da demanda, foram analisados. O programa computacional Vensim PLE 6.3 foi utilizado para modelagem e simulação do sistema de captação de água das chuvas e o Microsoft Excel foi utilizado para elaboração de planilhas. Observou-se que o período de seca anual é de, aproximadamente, sete meses e que, mesmo no período chuvoso, há uma distribuição irregular dos índices pluviométricos ao longo dos anos. Concluiu-se que a área de captação de água das chuvas no telhado e a capacidade de armazenamento das cisternas existentes não são suficientes para suprir toda a demanda de água no período de seca.

Portanto, este estudo recomenda a construção de um novo sistema de captação de água das chuvas, denominado ―terreiro de concreto‖, adequadamente dimensionado, para aumentar a área de captação de água das chuvas, bem como ampliar o volume dos reservatórios de 16.000 litros para 30.000 litros.

Palavras-chave: Água de Chuvas. Reuso de água. Cisternas. Escassez de Água.

Baixar dissertação completa

Data: 15/08/2017

Banca avaliadora: Prof. Dr. Alan Kardek Rêgo Segundo - UFOP, Prof. Dr Rafael Pinheiro Amantéa - Ietec, Proa. Dra. Wanyr Romero Ferreira, Prof. Dr. José Helvécio Martins - Ietec (Orientador)

Ao Prof. José Helvécio Martins, pela atenção e apoio durante o processo de orientação. À Faculdade Ietec, seu corpo docente, direção e administração, os quais contribuíram de forma significativa com o meu conhecimento.