Análise da composição de carteirade investimentos - Ietec

Análise da composição de carteirade investimentos

Mestre
Abadia Jose de Oliveira

O desenvolvimento de modelos de otimização de portfólios teve origem na área econômico-financeira. Markowitz (1952), precursor do estudo da otimização de portfólios, desenvolveu o modelo de Média-Variância que levou aos demais avanços na área de finanças e mercado de capitais. Os métodos utilizados para administração de carteiras buscam novas formas de maximizar os recursos (retornos) e minimizar os custos (riscos). Este trabalho investiga se a aplicação do modelo de otimização de Markowitz sobre carteiras selecionadas por meio da Análise por Envoltória de Dados – DEA gera retornos maiores que carteiras de ativos obtidas somente com DEA ou se a composição DEA versus Markowitz tem melhor desempenho. Primeiramente realizou-se uma seleção de ativos, por meio da Análise Envoltória de Dados (DEA), em seguida os ativos eficientes foram otimizados pela abordagem de Sharpe, o que deu origem a uma carteira de ativos chamada DEA/Sharpe. Os resultados de eficiência obtidos pela técnica DEA, pela abordagem de Sharpe, e pela combinação DEA/Sharpe foram comparados e permitem afirmar que a combinação dos modelos apresenta melhor desempenho com relação ao desempenho ao se usar as abordagens separadamente.

Palavras-chave: Seleção de portfólios. Análise por Envoltória de Dados. Índice Sharpe. Markowitz. Mercado de capitais.

Baixar dissertação completa

Data: 18/12/2017

Banca avaliadora: Prof. Dr. Luiz Rodrigo Cunha Moura - UNA , Prof. Dr. Mauri Fortes, Profa. Dra. Wanyr Romero Ferreira - Ietec (Orientadora)

Agradeço à minha Professora Doutora Orientadora Wanyr Romero Ferreira pela dedicação e paciência, por ter me dado a oportunidade de desenvolver esse trabalho, pois sem sua orientação não teria alcançado o tão importante êxito. Agradeço ao Professor Doutor Mauri Fortes pela colaboração e clareza dos fatos e sua coerência nos detalhes desse trabalho.