Imprensa

Desafios e soluções na gestão de projetos

Especialistas contam que os projetos são construídos por uma equipe, portanto, gerenciar pessoas e transformar o ambiente de trabalho motivador é fundamental para se alcançar resultados

A gestão de projetos é hoje um setor essencial para que as empresas consigam alcançar bons resultados. Através dela é possível definir escopos, determinar prazos e controlar custos, o que contribui para a organização e planejamento da empresa e aumento da produtividade. Nessa perspectiva, existem diversos métodos que ensinam como realizar todos os passos para que ao final, o projeto seja bem sucedido. Mas a gestão de projetos não está atrelada somente a essa finalidade, ela também está relacionada ao gerenciamento de pessoas, uma atividade que é atualmente um desafio para os gestores.

Segundo o ex-presidente do PMI de Minas Gerais e coordenador da área de Gestão de Projetos do Instituto de Educação Tecnológica (IETEC), Ivo Michalick, há uma total relação entre projetos e pessoas, já que esses só podem ser construídos, planejados e executados através das ações humanas. “Os dois estão fortemente relacionados, pois como projetos são realizados por pessoas trabalhando em equipe, uma competência essencial para um gerente de projetos é exatamente gestão de pessoas”, afirma.

Sendo assim, essa administração permeia entre saber lidar com diferenças, sentimentos, desejos, expectativas, conhecimentos e conflitos, próprios da diversidade de grupos e que podem ser consideradas dificuldades, caso o gestor não tenho experiência adequada. “No caso de pessoas o desafio não é pequeno, pois cada pessoa é única e todas precisam se unir em torno de objetivos em comum no caso de trabalho em equipe. Esse relacionamento implica diretamente na qualidade dos projetos desenvolvidos e no alcance de resultados”, explica Michalick.

Antigamente, era comum somente o setor de Recursos Humanos de uma empresa trabalhar com a gestão de pessoas, mas como o passar dos anos, essa atividade se tornou cada vez mais desenvolvida por profissionais de outros setores, inclusive os gestores de projetos. A coordenadora de talentos humanos do IETEC, Silmara Agda, conta que o gestor de projetos, como um cargo de chefia, é o profissional adequado a essa questão. “Ele acompanha a rotina dos funcionários com quem trabalha e sabe mensurar os pontos fortes e fracos da equipe”, afirma a especialista. Por outro lado, Silmara alerta que o setor de RH é muito importante para auxiliar esse profissional a desenvolver melhor o seu grupo. “O RH apoia a capacitação internamente e estrategicamente. O setor auxilia a sair dessa visão única operacional e ajuda a desenvolver o olhar para as pessoas”, constata.

Nessas condições, o profissional da gestão deverá possuir uma série de habilidades para dar conta desse relacionamento entre o seu público e os projetos. Uma boa gestão de pessoas tem início na assertiva seleção de funcionários, o conhecimento e recrutamento de colaboradores, o conhecimento de liderança e equipe, alinhado a competências técnicas (planejamento e controle de projetos) e de negócio (conhecer a organização no qual trabalha). “A especialização e o conhecimento em pessoas é hoje essencial”, explica a profissional de RH.

No Brasil, ainda há outra problemática que envolve ambas as gestões: a falta de investimento por parte das organizações na valorização de seus funcionários e motivação no setor de trabalho. O professor Ivo Michalick explica que esse é um problema sério, já que um colaborador motivado é desafiado a produzir melhores resultados e terá por consequência uma maior dedicação à empresa em que trabalha. “Uma equipe desmotivada gera resultados ruins, e isto impacta de forma negativa na organização e no caso de projetos isto pode ocorrer de forma muito rápida considerando-se o ritmo mais acelerado dos projetos”, relata o especialista.

Atreladas a essa visão, as organizações acabam por perder muitos funcionários, o que impacta diretamente no desenvolvimento dos projetos. Para mudar essa situação, cabe ao Gestor de Projetos buscar junto à empresa – inclusive com o setor de RH – criar um ambiente propício à motivação de sua equipe, realizar ações que valorizem os funcionários e buscar envolver todos em prol do projeto. “Equipes motivadas gostam de enfrentar e superar desafios, algo essencial para organizações que executam projetos”, conclui Michalick.

O 16º Seminário Nacional de Gestão de Projetos terá a presença do Diretor Regional da Totvs, Arnaldo Xavier do Nascimento; da presidente da União Brasileira para a Qualidade UBQ e responsável pelo Centro de Competências da FIAT, Silvana Arrivabeni Rizzioli; além da coordenadora da área de Gestão de Talentos Humanos no IETEC, Silmara Agda, e o coordenador da área de Gestão de Projetos do IETEC, Ivo Michalick. Os palestrantes vão falar sobre temas relacionados à “Gestão e Liderança de Pessoas em Projetos”, no dia 16 de Julho.

 

16º Seminário Nacional de Gestão de Projetos

“Tendências em Gestão de Projetos: Pessoas, Tecnologias e Métodos” será o tema central do 16º Seminário Nacional de Gestão de Projetos realizado pelo IETEC, nos dias 16 e 17 de junho, no Centro de Convenções do Hotel Mercure Lourdes (Av. do Contorno 7315, Lourdes, Belo Horizonte).

Para mais informações, acesse www.ieteconline.com.br

 

SERVIÇO:

16º Seminário Nacional de Gestão de Projetos

Dias: 16 e 17 de julho de 2013 (terça e quarta-feira)

Local: Centro de Convenções do Hotel Mercure Lourdes – Avenida do Contorno, 7315 – BH

Inscrições e informações: (31) 3116-1035 – www.ieteconline.com.br